Perdigão dá fome

A campanha com o mote da celebração da vida saboreando comidas gostosas é a maior iniciativa recente da marca

revista_brf_ed100_mercado_perdigao_da_fome_

Está no ar desde maio a mais ambiciosa campanha da Perdigão nos últimos anos. Reforçando os atributos da marca, será veiculada nacionalmente até dezembro. Com o mote “Perdigão. Viver dá uma fome”, os vídeos de 30 e de 10 segundos remetem aos bons momentos da vida, que pedem comidas gostosas e caprichadas, feitas com produtos da marca. “Os filmes chamam a atenção para o fato de que as coisas boas, entre elas o jantar em família, o churrasco entre amigos e o almoço do dia a dia, sempre são acompanhadas de boa comida”, diz Eduardo Bernstein, diretor de Marketing de Carnes da BRF.

Foram criados no total 10 comerciais pela agência Talent, entre eles um manifesto e filmes específicos para Mortadela Ouro, Linguiça Na Brasa, Meu Menu, Salsicha, Sanduba, Maionese, Massas e Chester. Só na primeira etapa de veiculação, as mensagens alcançaram 85 milhões de consumidores. Nos meios digitais, a campanha também tem impacto: no primeiro mês, triplicou a base de fãs na página da marca no Facebook e obteve mais de 450 mil visualizações no YouTube.

Estratégia_ Além da associação entre curtir a vida e a boa mesa, a série destaca o momento de evolução da marca, sempre atenta às demandas por novidades, qualidade e praticidade. “A ideia é estar cada vez mais presente na rotina do brasileiro”, afirma Bernstein.
Neste ano, a Perdigão já havia adquirido a cota de principal patrocinadora da Copa do Brasil de futebol, que até 2015 se chamará Copa Perdigão do Brasil. Lançamentos reforçam a estratégia. A Maionese Perdigão, feita a partir do óleo de girassol e rica em vitamina E, chega para disputar um mercado que alcança 85% das casas brasileiras. Em outra frente, a família Minha Receita Perdigão parte para a conquista do Nordeste com o Peito de Frango em Cubos. O primeiro item da linha já é sucesso de vendas em São Paulo.

Os filmes da nova campanha:

 

Comentários estão fechados.

Slider by webdesign