sábado 24 Jun 2017

O avanço dos produtos Premium

A estratégia das marcas da BRF para aproveitar o fim de ano está centrada em lançar alimentos com inovação – um anseio crescente do consumidor brasileiro

revistabrf_ed96_mercado_oavancodosprodutospremium

Mais que em qualquer outra época, é nas comemorações do Natal e da passagem de ano que famílias e amigos querem se reunir em torno de uma mesa com produtos de qualidade, aqueles que são considerados premium. Novidades e opções mais refinadas de alimentos para essas ocasiões agradam cada vez mais aos brasileiros, conforme têm mostrado pesquisas e a própria evolução das vendas. A BRF, atenta à tendência, está reforçando sua variedade de produtos comemorativos, feitos especialmente para o consumo durante as festas de fim de ano. A inovação é o ponto forte dos lançamentos de carnes natalinas – nas linhas de aves e suínos – programados para este último trimestre de 2012.
“As vendas de produtos com inovação vêm crescendo em importância na cesta de Natal de ano para ano”, afirma Fabrício Amorim, gerente executivo de Marketing da BRF responsável pelas categorias in natura e comemorativos. “O consumidor mostra que quer mais novidade e mais sofisticação.” Os números corroboram as afirmações de Amorim. A participação dos novos produtos no total de vendas de carnes natalinas da BRF, capitaneadas pelo Chester da Perdigão e pelo Peru da Sadia, passou de 3% em 2008 para 9% em 2011. A expectativa deste ano é que a fatia das inovações no faturamento cresça para ao menos 10% – o restante das vendas se refere aos produtos natalinos que já estavam tradicionalmente na linha.

Sadia lança uma nova ave: a Supreme. Chester Perdigão agora é oferecido em seis opções

Assa Fácil: O pacote de produtos para as festas de 2012 avança em outro ponto que hoje é decisivo para o consumidor: a conveniência. Para atender a esse anseio, estão sendo lançados o Chester Assa Fácil e o Peru Assa Fácil, carnes que podem ser retiradas do congelador e levadas diretamente ao forno, tornando o preparo mais fácil e rápido. No caso do Chester, a grande estrela natalina da Perdigão, as inovações são constantes ano a ano desde 2008. “O Chester se tornou a marca mais inovadora do Natal”, diz Amorim. O Chester Assa Fácil chega ao mercado também na versão Desossado e Recheado com Farofa e, em São Paulo e estados do Sul, será oferecido o Chester Assa Fácil com Molho ao Pesto, uma tradicional receita italiana adaptada ao gosto brasileiro. Ao todo, a linha Chester neste ano contará com seis opções.

A marca Sadia, além do Peru Assa Fácil, será reforçada com o lançamento de uma nova ave, a Supreme, e um novo produto suíno, o Pernil ao Molho de Vinho Espumante. A linha Tender, outro produto tradicional das festas de fim de ano, passa a oferecer, na região Sul e em São Paulo, mais uma opção bem prática: o Tender Aperitivo, que já vem fatiado e em embalagem de 200 gramas. Somente no sul do país, a Sadia lança ainda o Pernil de Cordeiro ao Molho de Hortelã com Toque de Alecrim. “São produtos com maior valor agregado e visam atender à vontade de experimentar sabores novos e mais requintados que notamos hoje no Brasil”, diz Ligia Kashiwagi, gerente de produto da linha de comemorativos.

Expectativas do mercado: Os lançamentos são apoiados em campanhas de comunicação em TV e revistas que valorizam a praticidade das opções Assa Fácil para o consumidor. Nos sites das marcas, novas receitas especiais para o Natal e o ano-novo estarão disponíveis. Também haverá estímulos nos pontos de venda. Nos supermercados, bolsas térmicas com brindes serão distribuídas para quem comprar mais produtos Sadia e Perdigão. As padarias e rotisserias terão apoio para propagar o “encomende aqui”, incentivando os consumidores a comprar Chester e Peru ali preparados.

Os lançamentos da BRF encontrarão um ambiente de mercado promissor. Ainda que este tenha sido um ano de crescimento econômico modesto e que muitos consumidores aproveitem o 13º- salário para abater dívidas, o cenário geral é de aumento da renda e estabilidade do emprego. O comércio varejista tem expectativa de encerrar o ano com crescimento da ordem de 7% – e aposta que o consumidor vai às compras no Natal. Ao contrário de 2011, o humor deste fim de ano é melhor, com a economia saindo de um período prolongado de desempenho fraco. E até o calendário pode ajudar: enquanto em 2011 o Natal e o ano-novo caíram em fim de semana, neste ano, serão na terça e na segunda-feira, ou seja, dando mais tempo para preparação dos almoços e jantares de celebração. Resta torcer para que sejam, afinal, boas festas para todos.

Comentários estão fechados.

Slider by webdesign