Nossos atletas em Londres

Esportistas patrocinados pela Sadia brilharam nos jogos – e ganharam prêmio da empresa.

revistabrf_ed95_nossos_atletas_em_londres(0)

Um pouco antes dos jogos de Londres, uma reportagem da revista americana Sports Illustrated dizia que, ao menos no judô, Sarah Menezes era sua aposta de medalha de ouro. Competindo na categoria até 48 quilos, ela não contrariou as projeções. Ao vencer a romena Alina Dumitru, Sarah, de 22 anos, se tornou a primeira mulher campeã olímpica no judô brasileiro.

O segundo ouro do Brasil em Londres viria com Arthur Zanetti, que também tem 22 anos. Ao bater o favorito Yibing Chen, ginasta chinês tetracampeão mundial, Zanetti conquistou o primeiro lugar nas argolas da ginástica artística. Assim como Sarah, sublinhou seu nome na história: sua medalha olímpica é também a primeira de ouro da ginástica do Brasil.

Quando chegou a Londres, a judoca Mayra Aguiar era a favorita ao título. Mas a gaúcha de 21 anos, número 1 do mundo na categoria até 78 quilos, foi derrotada na semifinal pela americana Kayla Harrison. Pior: machucou o braço. Mesmo com dor, Mayra voltou ao tatame para brigar pelo bronze. Conseguiu.

Balanço

Das 17 medalhas conquistadas pelo Brasil em Londres, três foram trazidas por atletas patrocinados diretamente pela Sadia (é o caso de Sarah, Zanetti e Mayra) e quatro por esportistas pertencentes a confederações que recebem patrocínio da marca, como judô e natação.

O judô subiu ao pódio quatro vezes em Londres. Foi seu melhor desempenho em jogos olímpicos até agora. Além de Sarah e Mayra, Felipe Kitadai foi bronze na categoria até 60 quilos e garantiu a primeira medalha do Brasil na competição. Rafael Silva conseguiu outro bronze (acima de 100 quilos). Pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, a natação trouxe duas medalhas. Destaque para a prata de Thiago Pereira. Nos 400 metros medley, o nadador superou até mesmo o americano Michael Phelps. Já Cesar Cielo, embora tenha caído na água como favorito nos 50 metros livres, ficou com o bronze.

Prêmios da Sadia

De volta ao Brasil, Sarah, Zanetti e Mayra foram surpreendidos com outro prêmio. Em cerimônia ocorrida em agosto na sede da BRF, em São Paulo, a Sadia ofereceu R$ 50 mil para cada campeão olímpico. Mayra recebeu R$ 20 mil. Assim como todo o plano de patrocínio esportivo da Sadia, o objetivo é homenagear, incentivar e apoiar os esportistas para que continuem servindo de exemplo. “Mais do que trazer medalhas, os atletas influenciam comportamentos e disseminam a prática de esportes. Queremos que as pessoas se inspirem nesses hábitos de vida saudáveis”, diz Eduardo Bernstein, diretor de Marketing da BRF.

Saiba mais sobre o desempenho dos atletas brasileiros na Olimpíada de Londres no site http://revistabrf.com.br/

Atletas de Ouro

Paulista, o ginasta campeão olímpico na categoria Argolas tem 22 anos

O começo
Aos 7 anos, um professor viu que eu era mais baixo e rápido do que os outros alunos e me indicou para a Sociedade Esportiva Recreativa Cultural Santa Maria, onde treino até hoje.

A rotina
Treino todos os dias, de manhã e de tarde. No trajeto, escuto música. Fora isso, gosto de ficar com minha namorada, ver televisão e ir ao cinema.

A alimentação
Como de tudo um pouco, mas, na época de treino mais puxado, preciso de mais carboidratos e proteínas. Não abro mão de carne bem passada e lamento ter de maneirar no doce, para manter o peso e ter um bom rendimento.

O patrocínio da Sadia
É muito importante. Para o atleta, é um incentivo a mais. Para a empresa, é positivo apoiar o esporte.

Piauiense, a judoca campeã olímpica na categoria até 48 quilos tem 22 anos

O começo
Quando eu tinha 9 anos de idade, vi uma apresentação de judô no pátio da escola. Experimentei uma aula e não parei mais.

A rotina
É cansativa. Treino a parte física todos os dias e faço preparação psicológica duas vezes por semana. À tarde vou para a faculdade e à noite para o tatame. Mas sempre dou um jeito de ajudar em casa e passear com as amigas.

A alimentação
É balanceada, como um pouco de cada coisa. E não abro mão de uma lasanha.

O patrocínio da sadia
Dá tranquilidade no treinamento, porque a Sadia é uma empresa séria.

Comentários estão fechados.

Slider by webdesign