Lançamentos na Argentina

As massas frescas da Dánica e os Frangos Premium da Avex ajudam a demarcar a consolidação das operações da BRF no país.

revistabrf_ed96_internacionalizacao3

Um fim de semana em Buenos Aires ou uma visita a um restaurante argentino autêntico, aqui mesmo no Brasil, descortina muitos sabores. Além dos famosos vinhos, carnes e doces de leite, a empanada – um tipo de pastel recheado que pode ser assado ou frito – é outro protagonista da culinária local. Mas nem só de empanada vive o cardápio de massas dos vizinhos. Assim como (quase) todos nós, eles também apreciam as pastas de origem italiana. Por isso, desde setembro, a empresa Dánica, controlada pela BRF, começou a vender massas frescas e prontas nos supermercados argentinos.

Os produtos lançados são nhoque de batata e três opções de massas recheadas: ravióli, sorrentine e raviolone. “Até 2017, a Dánica pretende atingir 15% de participação em um mercado que, segundo dados da consultoria Nielsen, consome 32 mil toneladas de massa por ano”, diz Marcelo Gonzales, diretor de Proteínas Vegetais da BRF na Argentina. Com duas fábricas e 22 centros refrigerados, na Argentina, a Dánica é líder no segmento de margarina, vice-líder em molhos e também fabrica óleos de cozinha.

A divulgação dos novos produtos da marca, com o maior investimento em propaganda e marketing realizado até então, foi precedida pelo lançamento de novos sabores e embalagens da linha de margarinas, notório carro-chefe da companhia. Todo esse movimento faz parte da consolidação de cinco empresas conduzidas pela BRF na Argentina atualmente.

Em 2011, foram compradas a Dánica e a Avex, que abate e vende frangos inteiros e em pedaços. Em 2012, em uma negociação resultante do acordo de troca de ativos com a Marfrig, a BRF assumiu o controle da Quickfood, fabricante de alimentos processados de carne. Outras duas empresas já eram dirigidas pela BRF na Argentina, a Sadia Argentina, que importa produtos do Brasil, e a Levino Zaccardi, fabricante de queijos. Na atual fase de estruturação, a BRF está empenhada em atribuir frescor e modernidade a marcas que já são consideradas boas e rentáveis. É o caso do catálogo de produtos da Avex. Frangos da categoria premium, por exemplo, ganham novas embalagens e a chancela da Sadia. Eles são comercializados internamente e exportados também.

Vantagem: É interessante para a BRF produzir na Argentina, onde o preço dos grãos, especialmente milho e soja, é inferior ao do Brasil. “É um país bastante competitivo na agroindústria e isso é positivo tanto no mercado interno quanto nas exportações”, diz Antonio Carlos Zanella, diretor de Finanças e Administração. “Fabricar localmente permite contornar os transtornos de importação e aproveitar melhor a matéria-prima.”

Os sabores das novas massas prontas da marca Dánica vendidas na Argentina:

Ñoquis - Versão clássica à base de batata

Ravioles - Quatro queijos, mussarela com espinafre e ricota e também frango com espinafre

 

 

 

 

 

 

 

 

Raviolones - Calabresa com mussarela ou frango com alho-poró

Sorrentinos - Tomate, mussarela de búfala e manjericão: “caprese”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários estão fechados.

Slider by webdesign