Economia Solidária

Fábrica de Campos Novos amplia competitividade da BRF nas exportações de carne suína e dá liquidez ao mercado local ao impulsionar negócios da Copercampos.

Economia solidaria Revista BRF

O movimento cooperativista não é um elixir universal contra todos os males, mas os brasileiros perceberam que o sentido da frase “a união faz a força” é mais tangível que propaganda, se existir apoio e organização. E a disseminação desse conceito pelos mais diversos setores se deve fundamentalmente à agricultura.

Ciente do poder dessa alternativa – criada no século XVIII, durante a Revolução Industrial na Inglaterra-, a BRF mantém uma parceria histórica com a Copercampos, da qual acaba de comprar a fábrica localizada em Campos Novos, no planalto sul-catarinense. Trata-se da segunda maior cooperativa do Estado de Santa Catarina, e uma das principais fornecedoras de grãos, como milho e soja, da empresa.

“Essa planta nos trará mais vantagens competitivas para atender ao potencial aumento da demanda internacional com a abertura de novos mercados”

José Antônio Fay presidente da BRF

Com investimento total de R$ 145 milhões, a unidade deverá gerar 1,8 mil empregos diretos e 450 indiretos, quando estiver em pleno funcionamento e o abate diário atingir 7 mil suínos. A produção anual está estimada em 151 mil toneladas de carne, e a maior parte será destinada à exportação.

Em contrapartida, a fábrica favorece o consumo de milho e suínos, proporcionando liquidez ao mercado. “Isso promove valorização patrimonial dos bens dos associados e de toda a comunidade local”, avalia o o presidente da Copercampos, Luiz Carlos Chiocca.

Comentários estão fechados.

Slider by webdesign