sábado 24 Jun 2017

A força da Internet

O uso das redes sociais pelos consumidores para trocar informações sobre produtos é crescente — marcas da BRF já têm mais de 1,5 milhão de fãs

revistabrf_ed96_midiadigital_aforcadainternet

Um estudo divulgado recentemente pela DraftFCB, uma das maiores agências de marketing do mundo, confirma uma tendência: é crescente a utilização da internet como fonte de pesquisa antes de comprar (ou não) produtos ou serviços em lojas físicas ou virtuais.
As pessoas usam a rede não só para procurar descrições e preços, mas para ver comentários de outros consumidores, avaliações, recomendações ou reclamações. Assim, formam repertório, fazem comparações e direcionam seu gasto.
Essa parcela de consumidores, chamados de information obsessed, foi identificada pelos pesquisadores da DraftFCB em entrevistas com 3 mil pessoas de cinco países (Brasil, China, Índia, Estados Unidos e Alemanha). Entre os brasileiros, 19% foram considerados information obsessed.
Um grande trunfo para as marcas é, portanto, ter uma boa estratégia de marketing digital, algo que vá além do site oficial. Estar presente em redes sociais como Facebook, Twitter e Google+ é parte importante desse jogo de relacionamento e ajuda a conhecer melhor os consumidores.
“Monitoramos as redes sociais para entender o que as pessoas falam sobre nossas marcas e as marcas dos concorrentes. É muito produtivo, pois mergulhamos em um ambiente de pesquisa espontâneo e verdadeiro”, diz Paula Ziegert, gerente de Mídia da BRF.
Acompanhar e analisar o comportamento dessa audiência online é sempre vantajoso e estratégico, pois oferece elementos para direcionar ações de marketing digital e também no ambiente fora da internet. “O relacionamento da empresa com o consumidor enriquece e é fortalecido”, afirma Paula.
Atualmente, Sadia, Perdigão e Batavo são alguns dos nomes da BRF nas redes sociais com estratégias distintas e de acordo com o posicionamento no mercado e o perfil do público. Para cada uma das marcas, há um interlocutor da área que conhece profundamente produtos e serviços e pode interagir com os consumidores, orientá-los, tirar dúvidas e encaminhar soluções. No Facebook, as Fan Pages (páginas de relacionamento com fãs e seguidores) dessas marcas já reúnem mais de 1,5 milhão de fãs.


Algumas linhas de produtos têm sua própria Fan Page, o que permite, entre outras ações, fazer promoções segmentadas. A linha Hot Pocket de lanches rápidos da Sadia e a família de iogurtes sem lactose Naturis Soja são bons exemplos. É possível medir os resultados dos conteúdos publicados pelas marcas em seus perfis.
“Mensalmente analisamos o desempenho de cada uma das publicações feitas por nós nas redes sociais e conseguimos calcular o alcance dos comentários, saber quais os temas mais compartilhados, conferir as recomendações que as pessoas fazem das nossas marcas e produtos”, diz Paula. “Do ponto de vista de mídia, a recomendação de um amigo vale mais do que a propaganda convencional, esse é um grande poder das Fan Pages.”

Comentários estão fechados.

Slider by webdesign